O que é ICO?

Initial Coin Offering
Initial Coin Offering

Com a crescente alta do bitcoin e de outras criptomoedas, o surgimento de novos projetos por meio de uma ICO (Initial Coin Offering) veio à tona, e muitos estão na dúvida sobre o que é, e como ela funciona. Uma ICO é uma oferta inicial pública de pré-venda de uma criptomoeda.

Como funcionam

Quando uma empresa cria um projeto de criptomoeda ela precisa de fundos, e geralmente elas captam fundos através de uma oferta inicial de venda de sua criptomoeda. Geralmente os desenvolvedores criam um plano de negócios sobre detalhes de seu projeto e publicam em um whitepaper com metas, cronogramas, equipe envolvida, características ​​do projeto, quantidade de dinheiro necessário para o desenvolvimento do projeto, quantas criptomoedas serão vendida como pré-venda para o investidor que apostar em tal ICO, e quanto tempo a campanha da ICO será executada.

Durante a campanha da ICO, os entusiastas e investidores da iniciativa da empresa compram algumas criptomoedas como investimento. Essas moedas são referidas como tokens e são semelhantes às ações de empresas que são vendidas aos investidores através de uma IPO (Initial Public Offering). Se o dinheiro arrecadado não atender aos fundos mínimos exigidos pela empresa, o dinheiro é devolvido aos patrocinadores e investidores, semelhante ao comportamento de uma campanha de crowdfunding. Se os requisitos de fundos forem cumpridos dentro do prazo especificado, o dinheiro arrecadado será usado para auxiliar custear todo trabalho feito no desenvolvimento do projeto e em seguida, preparar tal ICO para iniciar suas negociações como criptomoeda nas exchanges ou para concluir com sucesso tal ICO.

Os primeiros investidores da ICO geralmente são motivados a comprar os tokens na esperança de que o plano se torne bem sucedido depois que é lançado, isto é, esperam que os tokens se valorizem assim que abrirem as negociações da futura criptomoeda. Um bom exemplo de projeto ICO bem-sucedido e lucrativo para os investidores iniciais, é a plataforma de contratos inteligentes da Ethereum, que possui Ethers como tokens de moedas. Em 2014, o projeto Ethereum foi anunciado e a ICO arrecadou US $ 18 milhões em Bitcoin. O projeto foi lançado em 2015 e, em 2016 1 ETH já valia 14 dólares e atualmente 1 ETH esta valendo +- 900 dólares com uma capitalização de mercado de mais de 84 bilhões de dólares atualmente.

Embora existam cases de ICO bem sucedidas, os investidores são alertados a serem cautelosos nesse tipo de investimento, pois surgiram muitos golpes através de ICOs falsas. Como essa modalidade de captação de fundos não possui regulamentação por autoridades financeiras, os fundos perdidos devido a iniciativas fraudulentas nunca serão recuperados, e o investidor pode ficar no prejuízo sem ter direito a recorrer a algum órgão fiscalizador.

No início de setembro de 2017, o Banco Central da China proibiu oficialmente as ICOs, citando isso como causador da instabilidade econômica e financeira no país. O banco central disse que os tokens não podem ser usados ​​como moeda no mercado e os bancos não podem oferecer serviços relacionados às ICOs. Como resultado, tanto o bitcoin quanto o ethereum caíram depois do pronunciamento, e foi visto como um sinal de que os regulamentos de criptomoedas pelos governos estão próximos.

Fonte: Investopedia - Initial Coin Offering

Data: | Autor: Willian BrunoTags: ICO, Criptomoedas

Compartilhe este artigo