Bitcoin e ouro, porque devemos comprar - Parte 1

Bitcoin e ouro
Bitcoin e ouro

A crise de 2008, que quase paralisou o mundo financeiro, foi uma alta e clara advertência de que nosso sistema financeiro se tornou um castelo de cartas. Nesse post explicaremos porque o bitcoin e o ouro vão te proteger de futuras crises financeiras.

O que aconteceu na crise de 2008?

Durante a crise muitos bancos faliram, os caixas eletrônicos foram desligados e cartões de créditos desativados. Com isso, ficou claro que possuir ouro físico e prata (não derivativos de ouro) foi uma das poucas maneiras de proteger de forma confiável a riqueza em tal crise, pois não havia garantia de que o sistema financeiro pudesse ser resgatado novamente pelos governos na próxima crise. Satoshi Nakamoto, pseudônimo do desenvolvedor do bitcoin, deve ter tido uma experiência similar, já que em 2009 ele apresentou um conceito para um modelo de pagamento peer to peer (P2P), que poderia resolver de forma elegante o dilema bancário causador da crise. O whitepaper de Satoshi deixou claro que ele era um arquiteto de sistema, que tinha um fundo de modelagem de risco financeiro com interesse na teoria da complexidade, e um impulso para tornar o mundo financeiro um lugar melhor para todos.

Características monetárias do Bitcoin

Bitcoin está se tornando um método de troca cada vez mais popular, é universalmente acessível, pode-se transferir de um lado a outro do globo em minutos, sem a necessidade de terceiros e requer apenas conexão com a internet. É extremamente resiliente e durável, devido à sua natureza descentralizada e distribuída.

O preço do bitcoin tem uma grande oscilação, e desde seu nascimento o valor vem subindo a cada ano, no momento que este post foi escrito o preço está à R$ 35.350,00 de 1 unidade de bitcoin e cada bitcoin é divisível em cem milhões de satoshis. Por exemplo, 0,02 bitcoin são equivalentes a 2.000.000 de satoshis. Estes, juntamente com a confiança, são características fundamentais do bitcoin. Além disso, ao contrário da maioria das criptomoedas, a emissão de novos bitcoins é definida por criptografia e está limitado em 21 milhões de unidades, se o ritmo do bitcoin continuar vivo e estável até emitir todos os 21 milhões de bitcoins, seu total será gerado até o ano de 2140, criando assim, escassez imposta pelo código que a torna de natureza deflacionária.

Bitcoin pode suportar os colapsos que o sistema financeiro não pode

Graças a Blockchain, o Bitcoin e outras criptomoedas como a Ethereum são sistemas inerentemente estáveis ​​na medida em que podem reagir bem aos colapsos financeiros. Se um terço de todos os nós de processamento (mineradores), por exemplo, fossem apagados devido a um evento externo, as taxas de transação aumentariam para incentivar a criação de novos nós, o que tornaria o sistema novamente equilibrado.
Nosso sistema financeiro, por outro lado, tornou-se cada vez mais instável e as vezes corrupto por centralizar algumas pessoas no poder e controle desse sistema, pois cada banco depende de outros bancos através de empréstimos, que podem ser centenas de vezes superiores às reservas do banco. Assim, basta que alguns bancos se tornem insolventes para que todo o sistema bancário seja ameaçado através de uma bola de neve de dívidas.

O sistema é como um paciente gravemente doente que precisa ser curado periodicamente, com remédios cada vez mais caros e mantido vivo à um alto custo. Podemos continuar por mais um tempo, mas, em algum momento, não valerá a pena subsidiar este sistema, já que a burocracia, o alto custo, e os interesses especiais desatualizados, bloqueiam as reformas abrangentes necessárias para realmente mudá-lo.

Por outro lado, à medida que as criptomoedas amadurecem, vão gradualmente substituindo esses sistemas antigos. Hoje em dia muitas empresas de grande porte já aceitam bitcoin e outras criptomoedas como forma de pagamento. Pessoas ao redor do mundo já estão comercializando produtos em troca de bitcoin e outras criptomoedas. Isso só está sendo o começo de uma revolução financeira que, aos poucos, está mudando o mundo dos negócios.

E acabamos por aqui esse post, continuaremos com a explicação na parte 2, de por que devemos comprar bitcoin e ouro para escapar de futuras crises financeiras.

Fonte: The Merkle - Bitcoin, Why You Should Own a Bit

Data: | Autor: Willian BrunoTags: Bitcoin

Compartilhe este artigo